Publicado em Deixe um comentário

Como Ser Seu Próprio Segurança?

Elabore um plano, agora. Como diria o General Patton¹, “um bom plano executado agora é melhor que um plano excelente executado semana que vem”. Nós não somos capazes de nos preparar para todas as incertezas da vida, mas devemos aumentar o nosso nível de preparação e consciência da situação em que vivemos.

A violência, infelizmente, pode ocorrer a qualquer um, em qualquer lugar, a qualquer hora. E esse é o primeiro passo para ser o seu próprio segurança: reconheça que você pode ser vítima da violência.

Se tivesse certeza da data e hora que seria vítima de violência, o que você faria antes? Certamente treinaria como um atleta que almeja uma medalha olímpica, mas, neste caso, está em jogo algo muito mais valioso: a sua vida.

Evitar o perigo é sem dúvida a melhor estratégia. Devemos ter em mente que o crime é um processo e, então, conhecer suas etapas. A primeira delas é a seleção da vítima, logo, não facilite a vida do bandido!

Conhecimento é poder: leia livros, veja vídeos reais de crimes, estude a realidade da sua microrregião, aprenda a partir de erros e acertos dos outros. Desenvolva, a partir daí, um comportamento de segurança: adote medidas de segurança que tornem você uma presa difícil e retire do criminoso a vantagem do elemento surpresa. Incorpore, de forma gradual e constante, tais comportamentos ao seu cotidiano, transformando segurança num hábito. A ação é melhor que a reação, sempre ataque primeiro!

Se vis pacem, parabellum². Em qualquer lugar do Mundo, o Estado é incapaz de nos prover segurança 24 horas por dia, como disse o Tenente Coronel Dave Grossman³, a sociedade é composta por “ovelhas, lobos e cães pastores” – os lobos estão à espreita aguardando um momento para atacar as ovelhas, é nosso dever como cidadãos (cães pastores) nos proteger. A capacidade de nos defender é libertária, portanto, esteja preparado!

A preparação para ser o seu próprio segurança se completa com o desenvolvimento de habilidades específicas, que não tem nenhum valor a menos que possam ser utilizadas no momento da necessidade. São elas:

– Defesa Pessoal/Combate corpo-a-corpo;

– Tiro com armas de fogo;

– Direção Tática/Evasiva;

– Primeiros Socorros/Atendimento Pré Hospitalar;

– Sobrevivência/SERE;

– Navegação;

– Comunicação/Rádio;

Lembre-se sempre: nós não planejamos falhar, nós falhamos em não planejar. Elabore um plano, ganhe conhecimento, adquira habilidades, pois é melhor tê-las e não precisar do que precisar e não as ter. Assuma responsabilidade pela sua vida, liberte-se, seja seu próprio segurança!

 

¹George S. Patton, General americano da 2ª Guerra Mundial;

²Do latim: se queres paz, prepara-te para a guerra;

³Militar e escritor americano;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *